Zeiss

ZEISS

Carl Zeiss – Um encontro que mudou a história da ciência.


O encontro de Carl Zeiss, fabricante de microscópios desde 1846, com o Dr. Ernest Abbe, físico da Universidade de Jena descobridor do número Abbe ou Dispersão Cromática, e com Otto Schott, pai da moderna tecnologia de fundição de vidro, pode ser considerado como o momento histórico na evolução das ciências ópticas.
Deste encontro surgiu a Carl Zeiss, uma fundação voltada para a alta tecnologia e pesquisas no segmento óptico. Em poucos anos, objetivos jamais vistos foram atingidos. De 1886 a 1923, surgiram 70 novos tipos de vidros, 59 deles produzidos pela Schott, uma empresa parceira da Carl Zeiss. A descoberta destes materiais deu origem a novos tipos de lentes oftálmicas como a PUNKTAL, lançada em 1912, lentes para objetivas astronômicas, desenvolvidas no decorrer do período que vai de 1897 a 1912, e lentes para microscópios.

Em 1935, início da II Grande Guerra, o Dr. Smakula, cientista da fábrica Zeiss, descobria um novo processo que aplicado sobre lentes dava maior transparência. A este processo atualmente damos o nome de tratamento ANTI-REFLEXO. Esta descoberta, apesar de ter sido patenteada, foi considerada secreta devido à sua importância militar.

Em 1936, em parceria com a Zeiss, a fábrica Schott realizava os primeiros protótipos de tubos de imagem para televisão.
Em 1945, com o final da II Grande Guerra, face à ocupação e divisão da Alemanha pelos exércitos aliados, a Carl Zeiss transferiu a maior parte dos quadros da empresa para Heindenheim, local onde seria mais tarde a matriz.
De 1946 a 1949, foram criadas também fábricas em Oberkochen e Zwiesel. Com o fim da guerra, novos produtos foram lançados, como as lentes UROPAL, em 1952, a produção de tubos de imagem para TV, em 1955, e, em 1960, o projeto espacial Mercury, equipado com câmeras fotográficas Zeiss, e logo a seguir o projeto Apollo.Em 1964, iniciou-se a produção de fibras ópticas.

Em 1974, as lentes TITAL atingiam o máximo na redução da espessura em lentes para míopes. Em 1975, a fabricação de um espelho com 35m de diâmetro, destinado a um telescópio encomendado pelo Instituto de Astronomia Max Planck, resultou no maior projeto jamais realizado por uma fábrica de óptica

.Em 1983, foi desenvolvida uma nova lente oftálmica, a qual viria a revolucionar a oferta de produtos ópticos graças à sua nova concepção na formação das imagens, a lente progressiva GRADAL HS.
No campo da Visão Sub-normal, a Carl Zeiss também tem respostas adequadas a todas as necessidades, desde sistemas microscópios a tele-microscópios e filtros especiais.

Desde 1991, muitos novos produtos foram desenvolvidos: microscópios destinados à medicina e à cirurgia; as lentes oftálmicas HYPAL e CLARLET 1.6 AS; as lentes progressivas GRADAL RD, destinadas à visão em interiores; espelhos especiais para telescópios e câmeras para satélites e binóculos.

A proposta de continuidade é o principal objetivo da Carl Zeiss. Antigas fábricas como Jena ainda estão em pleno funcionamento, mesmo após a unificação alemã de 1989.
Hoje, com mais de 160 anos, a Carl Zeiss tem realizado constantes pesquisas e avanços tecnológicos, contribuindo para a evolução da ciência e a melhoria da qualidade de vida humana.
Em 2005,a Carl Zeiss adquiriu a SOLA Optical, dando início às operações da Carl Zeiss Vision. Com um portifólio completo de produtos, 11.500 colaboradores em todo o mundo, 35 centros de distribuição, mais de 100 representações e 15 centros de produção distribuídos entre Europa, America do Norte, America do Sul e Ásia, a Carl Zeiss Vision é hoje a empresa líder em tecnologia e inovações.A proposta de continuidade é o principal objetivo da Carl Zeiss. Antigas fábricas como Jena ainda estão em pleno funcionamento, mesmo após a unificação alemã de 1989.
Hoje, com mais de 160 anos, a Carl Zeiss tem realizado constantes pesquisas e avanços tecnológicos, contribuindo para a evolução da ciência e a melhoria da qualidade de vida humana.
Em 2005,a Carl Zeiss adquiriu a SOLA Optical, dando início às operações da Carl Zeiss Vision. Com um portifólio completo de produtos, 11.500 colaboradores em todo o mundo, 35 centros de distribuição, mais de 100 representações e 15 centros de produção distribuídos entre Europa, America do Norte, America do Sul e Ásia, a Carl Zeiss Vision é hoje a empresa líder em tecnologia e inovações.

Carl Zeiss hoje.

Carl Zeiss é um grupo de empresas internacionais, líder em tecnologia na indústria óptica e optoeletrônica. Oferece produtos e serviços em três campos estratégicos: pesquisas médicas, soluções industriais e produtos voltados para diferentes estilos de vida

Poucas empresas contam com uma tradição de mais de 160 anos em inovações e pesquisas, e 64% do volume de vendas da Carl Zeiss estão concentrados na venda de novos produtos. Com seus produtos inovadores, a Carl Zeiss visa um futuro próspero, e seus objetivos ambiciosos a longo prazo constituem a motivação para a empresa e seus colaboradores.

É líder do progresso tecnológico.